Schmitt: a Crítica Liberal A través do Político

  • Roberto Bueno - (Universidade Federal de Uberlândia) Universidade Federal de Uberlândia
Palabras clave: Carl, Schmitt, liberalismo, democracia, constitucionalismo, parlamentarismo

Resumen

Neste artigo nos ocuparemos basicamente de uma linha das abrangentes reflexões de Schmitt que diz respeito ao triunfo das ideias liberais que viriam a ser alvo de ataques de segmentos da esquerda. Nos dias que correm as instituições políticas podem ser entendidas como a compreensão de um conceito de cidadão como mero consumidor cuja vida pública vai sendo progressivamente esvaziada. Nossa proposta é avaliar em que medida muitas das críticas schmittianas ao liberalismo poderiam contribuir ao desenvolvimento da liberal-democracia ou, ao contrário, tão somente contribuir para o socavamento da democracia. Este tipo de argumento pode ser utilizável para compreender se algumas das críticas à democracia e ao liberalismo não deve ser desconsiderada na medida em que entendida como mera crítica reacionária e totalitária à real democracia que nós podemos praticar.

Biografía del autor/a

Roberto Bueno - (Universidade Federal de Uberlândia), Universidade Federal de Uberlândia
Doutorando em Filosofia do Direito pela Universidade Federal do Paraná. Mestre em Filosofia do Direito e Teoria do Estado pelo Centro Universitario Euripides de Marilia-UNIVEM, Marília. Estágios de doutorado na Universidad Autónoma de Madrid (UAM) e Humboldt Universität (Berlin). Especialista em Direito Constitucional e Ciência Política pelo Centro de Estudios Constitucionales de Madrid Graduação em Direito / Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas (RS). Professor da Faculdade de Direito Universidade Federal de Uberlândia (MG).
Cómo citar
Bueno - (Universidade Federal de Uberlândia), R. (2010). Schmitt: a Crítica Liberal A través do Político. Reflexión Política, 12(24). Recuperado a partir de https://revistas.unab.edu.co/index.php/reflexion/article/view/1271

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.
Publicado
2010-12-30